Começando o ano sem mitos

horizonte

Chega de supertição e mitos para 2009. Estamos no Ano da Criatividade e da Inovação, pelo menos para os europeus, e não podemos deixar pensamentos quadrados e estatizantes moldarem nosso 2009. Amplie seu horizonte!

Não vai me dizer que você não come manga e leite por causa do que a vovó te disse? Eu não faço uso dos dois ao mesmo tempo porque não tem nada a ver! Em que é que o leite combina com a manga no dia-a-dia? Quem sabe aquele chef inovador (e lá vem a inovação de novo) criou um prato que os dois estão juntos. Mas os dois, simples assim, não dá. Ah, mousse de manga tem leite, né? Taí uma coisa que os dois podem ficar coladinhos, mas longe de mim nessa fase “perca peso agora”.

O British Medical Journal veio desvendar os mitos médicos que nos atormentam e não tem base científica, como a crença de que as unhas e o cabelo continuam a crescer depois de morrermos. É, eu também acreditava nisso, mas o que eles falam faz sentido: com a desidratação do corpo, a pele recua e aparentemente as unhas e os cabelos estão mais compridos.

Outra super atual é acreditar que comer à noite engorda mais. Pare de por a culpa no que não vai mudar a realidade: coma menos! Isso não faz diferença! Eles escrevem uma coisa óbvia e que nós, pessoas acima do peso, temos dificuldade de encarar: “As pessoas ganham peso porque consomem mais calorias do que queimam”. Uma opinião particular que eu acho que dá vivacidade a esse mito é que quando estamos de regime ou numa alimentação desregulada, chegamos em casa morrendo de fome após o trabalho e comemos tudo a frente até nos sentirmos cheios, aí você acaba ingerindo muita caloria. Daí a necessidade de comer bem pela manhã pra não comer um pratão na hora do almoço e também fazer um lanchinho light a tarde pra não se acabar na comida a noite.

Outra aqui também quer botar a culpa na comida pela falta de autoridade dos pais: açúcar causa hiperatividade em crianças. E os médicos foram diretíssimos: “independentemente do que os pais possam acreditar, o açúcar não pode ser responsabilizado pela perda de controle deles sobre os filhos”.

Essa sinto muito, mas eu não acredito não. Segundo a pesquisa, curar ressaca é impossível. Tá, eu sei que a ressaca é causada pelo excesso de alcool ingerido e é só consumir menos e TCHARÃÃÃÃ! Não temos ressaca! Porém os dados mostram que não há nada no campo da medicina que faça a ressaca desaparecer, a não ser esperar o efeito do álcool passar ou esperar que ele seja todo eliminado. E aqueles comprimidos do tipo “um antes e um depois” não servem mesmo? Parece que não…

Beber pelo menos oitos copos de água por dia é uma coisa que eu incorporei ao meu cotidiano, bebo muita água e inclusive sinto sede! Não bebo por beber, eu sinto sede meeeesmo. E as matérias que lemos dizem que tem que ser oito copos de ÁGUA, não conta suco, melancia, café, etc. Mas os estudos mostram que vale os liquidos ingeridos “indiretamente” sim, incluido leite e café. E dizem ainda que o excesso de água pode até matar! Fiquei desesperada! Quanto é esse excesso? Não achei nenhuma informação, mas vários sites alardeando que você pode morrer de hiponatremia se consumir água em demasia.

Os mitos mais interessantes se referem às questões que aflijem o universo femino. Raspar ou se depilar? Eis a questão. Raspar o pêlo não faz com que ele cresça mais rápido, mais grosso e mais escuro. Quando você raspa, o pelo ( e aí, na nova gramática, é pelo ou pêlo? Ainda vou escrever um post) raspado não tem a mesma suavidade do não-raspado, podendo criar a ilusão de que é mais grosso. E também não é mais escuro, é que o pelo ainda é virgem e não foi exposto ao sol ou outros agentes químicos que podem alterar a cor.

Esse pode ser muito útil pra você: ler com pouca luz não prejudica os olhos. Pode sim causar um desconforto, a visão tem esforço maior, faz secar a córnea, mas os efeitos não são permanentes e nem a função nem a estrutura dos olhos são afetados por esta atitude.

Também explorando a nossa fisiologia x funcionalidade, cai por água que usamos apenas 10% do nosso cérebro: “Nenhuma área do cérebro fica completamente silenciosa ou inativa.”. Pesquisas comprovam que as pessoas usam muito mais do que 10% da capacidade cerebral, segundo os médicos. Este é um mito antigo, “propagado por múltiplas fontes que defendem o poder da auto-ajuda e do desenvolvimento de habilidades latentes”. Por que teríamos tanta massa encefálica pra usar só 10%? Também acho que usamos mais que isso, eu principalmente.

Eles dizem também que manter a cabeça desprotegida não faz o corpo perder calor de maneira diferente das demais partes do corpo, pois qualquer parte descoberta do corpo perde calor proporcionalmente. Mas eu entendo quando todo mundo poe um gorro quando começa a ficar frio, o que é obvio também. Geralmente, todo o seu corpo já está coberto, com roupas de manga comprida, calça, e a cabeça é a última parte que nós protejemos, porque usar gorro toda hora é um saco. Aí, quando colocamos o gorro, sentimos aquele conforto quentinho… trazendo a ilusão que que por causa do gorro, não estamos sentindo mais frio, quando na realidade, se fosse seu braço descoberto, você sentiria a mesma coisa nas mesmas CNTP’s.

 

Pra finalizar, os suicídios não acontecem mais no inverno. As pesquisas mostram que há mais suicídio no verão. Sim, isso não resolveu os problemas de quem está perto de suicidar.

Então, se abra pra 2009 e aceite o novo!

 

Contribuição: Redação Yahoo! Brasil

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Curiosidades

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s