Arquivo do mês: agosto 2008

E vamos botando a culpa em alguém (ou alguma coisa): Taxa muito baixa de uma substância no cérebro levaria à obesidade

Controlar a boca que é bom, nada!

http://br.noticias.yahoo.com/s/afp/080828/saude/eua_sa__de_medicina 28/08/2008

Qui, 28 Ago, 12h07

WASHINGTON (AFP) – Uma substância química que tem um papel na memória de longa duração pode atuar também no mecanismo que regula o apetite, determinando as probabilidades de uma pessoa ficar obesa, segundo estudo dos Institutos Nacionais da Saúde (NIH).

A descoberta foi feita em uma pesquisa sobre uma anomalia genética rara responsável pela Síndrome de WAGR devido à ausência de dois genes denominados WT1 e PAX6.

 

Mas alguns desses pacientes às vezes também carecem de uma parte ou da totalidade de uma cópia de outro gene vizinho dos dois primeiros, e que permite a produção da neurotrofina BDNF derivada do cérebro.

 

Experiências em animais de laboratório mostraram que esta substância contribui para controlar o apetite e o peso. Dessa forma, camundongos sem este gene teriam a tendência de comer excesivamente e ser obesos.

 

O estudo do NIH é o primeiro a mostrar que esta substância tem um papel similar importante nos humanos.

 

“Esta descoberta pode levar ao desenvolvimento de novos medicamentos que controlam o apetite nos pacientes para os quais os tratamentos existentes são ineficazes”, afirmou o doutor Duane Alexander, diretor do Instituto Nacional da Saúde da Criança e Desenvolvimento Humano (NICHD), que integra os NIH.

Anúncios

7 Comentários

Arquivado em Matérias